notícias

Diversos assuntos sobre a Fisioterapia Aquática e artigos interessantes sobre a área

26
dez

Fisioterapia Aquática nas patologias da coluna vertebral

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 80% da população sofre ou sofrerá de dor na coluna em algum momento de suas vidas – sendo que 90% dessas pessoas apresentarão mais de um episódio de dor lombar.

A coluna vertebral pode apresentar diversos problemas como hérnia de disco, lombalgia, lombociatalgia, estenose de canal, espondilolistese, artrose, alterações posturais como escolioses, cifoses e lordoses entre outros, podendo acometer a coluna cervical, torácica ou lombar.

A dor é um aviso de que algo não vai bem, portanto, é importante procurar a ajuda de profissionais da área da saúde, capacitados a realizar um bom diagnóstico para que seja proposto um tratamento eficaz.

A reabilitação objetiva o alívio da dor, fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna, orientação postural, correção da marcha antálgica, ganho de mobilidade, condicionamento físico e incremento da qualidade de vida do paciente.

Uma valiosa opção de tratamento é a fisioterapia aquática, que consiste em um programa individualizado e personalizado de exercícios em uma piscina terapêutica.

As propriedades físicas e a temperatura da água em torno de 32 a 34 graus atuam sobre os tecidos oferecendo muitas vantagens no processo de reabilitação. A imersão em água aquecida promove o relaxamento da musculatura levando a analgesia e interrompendo o ciclo de dor. A força de flutuação diminui a sobrecarga nas articulações, facilita a tração da coluna vertebral diminuindo a compressão nervosa, proporcionando assim uma maior liberdade de movimento.

Todos os fatores associados favorecem uma reabilitação precoce, confortável e eficaz, em um ambiente seguro.