notícias

Diversos assuntos sobre a Fisioterapia Aquática e artigos interessantes sobre a área

06
out

Bad Ragaz

A  história do Método dos Anéis de Bad Ragaz tem início com a descoberta dos banhos termais aproximadamente em 1240. Esses banhos se tornaram conhecidos e, com a necessidade de facilitar o acesso às banheiras termais, as águas termais foram canalizadas para Bad Ragaz, por volta dos anos de 1800. Até os anos 1920, os banhos eram passivos e, com os conhecimentos crescentes acerca dos benefícios dos movimentos, os terapeutas passaram a atender seus pacientes nessas banheiras termais utilizando exercícios resistidos.

As abordagens foram se modificando de acordo com os conhecimentos fisiológicos de cada época e, em 1990, Egger e McMillan conseguiram alcançar um conceito satisfatório para a integração dos movimentos diagonais tridimensionais, o qual foi publicado como “O Novo Método Bad Ragaz com Anéis”.

Conhecimentos biomecânicos, hidrodinâmicos e neurofisiológicos proporcionam os fundamentos mais importantes para a terapia resistiva do Método dos Anéis de Bad Ragaz. Seus princípios incluem:

  1. Máxima resistência isotônica e isocinética durante todo o movimento, adaptado às possibilidades do paciente.
  2. As pegadas corretas do terapeuta ajudam a estimular a pele, músculos e elementos proprioceptores e também a facilitar o movimento.
  3. Tração e aproximação das articulações estimulam os terminais nervosos sensoriais e iniciam uma co-contração (aproximação) reflexa ou suportam uma contração isotônica (tração).
  4. Comandos curtos e precisos do terapeuta estimulam o movimento ativo.
  5. Uma facilitação dos grupos musculares fortes proporciona uma irradiação para os grupos musculares débeis e aumenta a sua atividade.
  6. Uma mudança da pegada, de proximal para distal, aumenta a dificuldade de execução dos padrões corretos.
  7. O terapeuta sente a qualidade do movimento realizado pelo paciente durante o trabalho dinâmico e é capaz de influenciá-lo adaptando a resistência proporcionada.

O Bad Ragaz é composto de exercícios resistivos de fortalecimento e mobilização com indicações bem definidas. Suas técnicas não podem ser utilizadas para fortalecimento em hidroginástica, mas é um complemento ideal no contexto do complexo conceito da terapia aquática. Pode ser usado para pacientes neurológicos, ortopédicos e reumatológicos e servem como preparação para o trabalho funcional. Seus principais objetivos / metas de tratamento são:

  1. Fortalecimento;
  2. Melhora da coordenação dos padrões de movimento normais;
  3. Melhora / ganho de estabilidade do tronco;
  4. Aumento da amplitude de movimento articular;
  5. Relaxamento;
  6. Adequação do tônus muscular;
  7. Ganho de capacidade aeróbica;
  8. Treinamento neuromuscular;
  9. Redução da dor;
  10. Mobilização da coluna e alongamento do tronco;
  11. Preparação das extremidades distais para descarga de peso;
  12. Aumento das habilidades funcionais.

Fonte: www.badragazringmethod.com